Vinícius Sgarbe

Analista transacional e pesquisador

Vinícius Sgarbe é mestre em filosofia, pela linha filosofia da psicanálise da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), e jornalista (PUCPR). Analista transacional organizacional (União Nacional dos Analistas Transacionais, Unat). Psicanalista em formação. Pesquisador mestrando de comunicação, pela linha comunicação política, na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Pesquisador-membro (2023-2024) da Cátedra Otávio Frias Filho de Estudos em Comunicação, Democracia e Diversidade do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (USP).

As pesquisas que mantém são sobre "narcisismo das pequenas diferenças" (conceito de Sigmund Freud) e democracia; e sobre conversação política digital nos comentários do YouTube.

É membro dos grupos de pesquisa Comunicação e Participação Política (Compa) e Comunicação Política e Democracia Digital (Compadd), ambos da UFPR.

Foi repórter multimídia da rádio CBN Curitiba, e do portal G1 Paraná sob o cuidado da RPC. Correspondente no Brasil para o Irã, para o canal estatal persa Shabake Khabar. Também atuou como TV fixer dos serviços persa e árabe da BBC de Londres, durante a Copa do Mundo de 2014. E correspondente especial de política para o carioca O Globo.

É cofundador da produtora Outras Terras Filmes, e do projeto Lab Digital 2050. Em 2023, o Lab passou a ser uma startup Google.

Formação
Baixe o Portfólio 2023

Formação

Experiência

Clientes

Reconhecimentos em ordem aleatória

Fernando Parracho

Jornalista

Conheci o Vinícius Sgarbe no Projeto Trainee da RPC, talvez uns 12 anos atrás. Embora eu seja tão ruim de memória quanto de matemática!

Logo me impressionou o seu talento, seu nível intelectual, formação e senso de humor. Mais tarde, nos encontramos novamente quando ele trabalhou no G1. Compartilhamos boas conversas na redação, nos intervalos da produção, das gravações e naquela correria das notícias, que às vezes nos coloca numa apneia forçada.

Lembro de uma vez em que nos encontramos por acaso na Ilha de Superagui. Ele estava de férias e eu tinha ido fazer uma reportagem solo. Eu e a câmera. Foi num verão. Vinicius me ajudou nas gravações, sugeriu tomadas, me auxiliou até nas entrevistas com um grupo que caminhou conosco pela praia de mar aberto. Trocamos relatos de vida e do momento que cada um vivia. As nossas conversas sempre foram cheias de significado, às vezes densas, outras vezes leves, recheadas de sorrisos.

Tenho acompanhado a trajetória do meu colega, que também se tornou amigo. Ele já fez cinema, tem um texto impecável, já empreendeu viagens de cunho espiritual e os nossos amigos e amigas em comum são pessoas interessantes e de um nível profissional admirável. Nenhuma palavra é suficientemente adequada para transmitir minha admiração e respeito pelo Vinícius Sgarbe. Existe um laço que nos liga sem que a gente saiba exatamente a origem. Pode ser a fita flexível onde os corajosos se equilibram nas alturas. Pode ser uma corrente que suporta o peso da vida. Pode ser um fio invisível, talvez muito mais forte e resistente do que a matéria física, palpável e passível de explicação. E, se me permitir um deslize piegas mas verdadeiro, sou fã desse cara.

Noticiário
Televisão

Lucas Barreto

Business English Advisor

Meu relacionamento com Vinícius Sgarbe começou no início da pandemia, onde eu buscava alguém que pudesse comunicar meu profissionalismo por meio de canais digitais.A segurança com que Vinícius me apresentou e inseriu neste meio foi determinante em um momento de muita insegurança devido a mudança radical no status quo.

Apresentação
Redes digitais